5 principais KPIs no comércio exterior: como usá-los a seu favor?

kpi comércio exterior
3 minutos para ler

A aplicação de KPI no comércio exterior é fundamental para garantir uma gestão eficiente, na qual o desempenho dos processos é mensurado. Além disso, eles ajudam na tomada de decisões e no cumprimento de metas segundo as estratégias criadas.

As transações de comércio exterior são extensas e complicadas, e estão sujeitas a diferentes circunstâncias internas e externas que impactam o custo da mercadoria. Então, para saber tudo sobre KPIs, o que são, quais são os principais e quais vantagens eles proporcionam, leia o artigo até o final.

Para que servem os KPIs de comércio exterior?

KPIs são Indicadores Chave de Performance usados para medir o desempenho das transações de comércio exterior. Eles fazem parte do planejamento estratégico da operação.

Salienta-se que tais indicadores mensuram diferentes unidades, não apenas dados monetários. Eles também servem para avaliar o desempenho dos prestadores de serviços e a performance operacional da equipe interna.

Quais são os 5 principais KPIs?

A compreensão dos KPIs no comércio exterior ajuda a reduzir custos, tempo de operação e melhora a qualidade do serviço. Veja quais são os principais indicadores, a seguir!

1. Lead time

O intervalo de tempo entre a inclusão de ordem de venda de um produto no sistema até o instante de entrega para o cliente é definido como lead time. Esse indicador auxilia o gestor na identificação de etapas que causam demora e outros obstáculos que comprometem a eficiência da operação.

2. SLA

O Service Level Agreement ou Acordo de Nível de Serviço, em tradução direta, é a relação de níveis de serviço entre o importador e os seus fornecedores. O SLA determina o tempo médio para resolução e entrega da solicitação.

3. Transit time

Esse indicador serve para calcular quanto tempo a carga permanece em trânsito. Usando o transit time, o gestor pode comparar o prazo apresentado pelo provedor logístico para analisar se o produto está sendo embarcado no tempo planejado.

4. Canais de parametrização

A função desse KPI é medir a porcentagem de embarques que caem nos distintos canais de parametrização, sendo eles amarelo, cinza, verde, vermelho. Esse indicador é considerado importante por conta do seu processo de previsão dos custos de armazenagem e identificação de potenciais gargalos que estão levando a carga não entrar logo no canal verde.

5. Curva ABC

Esse é um procedimento de classificação bastante utilizado na gestão de estoques. A curva ABC ajuda a classificar os produtos baseados em sua relevância estratégica para a operação. Ela proporciona maior entendimento do uso de recursos e ajuda a desenvolver um planejamento eficiente de compras.

Quais as vantagens de usar KPIs?

Os KPIs trazem muitas vantagens para as empresas que os utilizam. Quando o desempenho é mensurado, é possível entender como a organização funciona, em que lugar estão os gargalos e como os processos podem ser otimizados.

O uso de KPIs no comércio exterior promove competitividade e eficiência na operação da empresa. A Pibernat funciona como um integrador logístico que trabalha alinhada com os objetivos e estratégias do cliente, buscando atingir os melhores resultados, como a redução de custos e o crescimento da eficiência operacional.

Este artigo foi útil para você? Então, entre em contato conosco para saber como a operação logística da sua empresa pode ser aperfeiçoada!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-