title1.gif

Brasil e Uruguai discutem avanço na relação comercial

Brasília (24 de março) – O secretário-executivo do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, discutiu hoje com o embaixador do Uruguai no Brasil, Carlos Amorim, temas de interesse nas relações comerciais entre os dois países, a serem tratados em mecanismo de diálogo bilateral. Entre eles, a Comissão de Comércio Bilateral (CCB), que terá a segunda reunião este ano, em Montevidéu.

A proposta é que o encontro ocorra ainda no primeiro semestre deste ano. Temas como a assinatura de acordos de investimentos e compras governamentais, integração produtiva e a criação de um Certificado de Origem Digital (COD) foram discutidos e devem ser levados à Comissão. Além disso, pautas como a exportação de erva-mate para o Uruguai, facilitação aduaneira e comércio automotivo também deverão entrar na agenda bilateral.

Marcos Jorge destacou o interesse do Brasil em manter e ampliar o diálogo comercial. “O sentimento é de que podemos avançar muito ainda. A expectativa é de que possamos aproveitar o momento para retomar esses temas”, disse. “O governo está reagindo e trabalhando para melhorar o ambiente interno de negócios”, explicou.

Marco Jorge disse ainda que pretende ativar outro mecanismo de agenda com o Uruguai, o Grupo de Alto Nível (GAN), criado em 2012 por meio de um Comunicado Conjunto entre os presidentes dos dois países para aprofundar a integração bilateral, em que coube ao MDIC a coordenação de subgrupos temáticos.

Em 2016, a corrente de comércio entre os países somou US$ 4 bilhões, com superávit para o Brasil de US$ 1,4 bilhão. Nos dois primeiros meses deste ano, as exportações brasileiras apresentaram crescimento de 34,7% em relação ao mesmo período do ano passado. O Uruguai figura como 15º destino de exportações brasileiras no acumulado do ano.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC