title3.gif

Liminar determina que transportadores autônomos se abstenham de impedir a circulação de caminhões em direção aos portos

Na tarde da última quinta-feira (23/03), a juíza Vera Regina Bedin, da 1ª Vara Cível de Itajaí, concedeu liminar para determinar que os transportadores autônomos se abstenham de praticar qualquer ato que impeça as transportadoras de ingressar livremente pelos terminais dos portos de Itajaí e Navegantes (SC).

Motoristas das empresas de transportes, inclusive autônomos, estariam sofrendo diariamente com veículos apedrejados, ameaças e pressão psicológica por parte dos grevistas. Também foi determinado que a Polícia Militar escolte os caminhões. O trabalho deve ocorrer de hora em hora, inclusive pela madrugada.

Cassio Vieceli, advogado especializado no Transporte Rodoviário de Cargas, afirma que os autônomos estão descumprindo todas as determinações judiciais e estão sujeitos ao pagamento de multa diária de R$ 50 mil. "O Sindicato Patronal de Itajaí já está tomando todas as medidas criminais cabíveis e solicitando a intervenção do Governo do Estado".

Os transportadores autônomos estão desde o início do mês em paralisações, nas cidades de Itajaí, Navegantes, Itapoá e Imbituba. Eles reivindicam um reajuste de pelo menos 20% no valor do transporte de contêineres entre os terminais. Em Itajaí e Navegantes, onde se concentram o maior número de trabalhadores da categoria, quase todos os caminhoneiros estão parados.

Advocacia Vieceli